Blog

Imagem de um homem com uma bolsa e um livro em uma estrada

Como um Retiro Terapêutico pode alavancar sua Carreira Profissional

Desenvolvimento Pessoal | 29/06/2017 | Comentários

Muitas pessoas acreditam que separar alguns dias para um retiro terapêutico é impossível para quem quer o sucesso profissional, e que a atenção deve ser voltada apenas para o trabalho e networking, pois esse seria o caminho do sucesso. Mas isso não é verdade.

A prática do retiro terapêutico é muito benéfica, não só para o desenvolvimento pessoal, mas também como ferramenta para o crescimento profissional. Nesse final de semana encerramos mais um Retiro Corpo, Mente e Espírito com Inês Marcel.

Terapeutas, advogados, artistas, administradores, publicitários, médicos, fisioterapeutas… a lista de profissionais que já passaram por esse Retiro é muito grande, e todos eles relatem uma melhora também na sua vida profissional após esse processo.

Um exemplo de sucesso

Steve Jobs é um nome reconhecido mundialmente. Suas criações pela Apple, suas estratégias de marketing e sua contribuição para o avanço tecnológico é notável e marcou o seu nome na história. Mas Steve Jobs não vivia para o seu trabalho.

Quando saiu da casa de seus pais, Jobs começou a visitar templos budistas e lá aprendeu a meditação, uma prática que ele levou para toda a sua vida. Nessa época ele também tomou aulas da caligrafia na faculdade (que frequentava apenas como espectador, e não aluno), algo que estava longe do trabalho tecnológico que ele já havia desenvolvido com Stephen Wozniak, seu parceiro. Essas aulas, porém, o influenciaram a incluir um sistema de fontes que seria incluído no Macintosh.

Pouco depois Steve conseguiu um emprego na empresa de jogos Atari, onde desenvolveu jogos (entre eles uma versão de um só jogador do jogo Pong) e com esse dinheiro viajou. Um dos seus destinos foi a Índia, onde Steve Jobs fez um retiro em um ashram. Quando voltou, ele criou a Apple com Wozniak e Ronald Wayne.

Jobs credita a ideia do nome Apple à uma de suas meditações que havia feito em um retiro em uma fazenda de macieiras. Para ele, o nome parecia divertido e não intimidador, e tirava a pressão da palavra computador, já que a ideia eram computadores pessoais. O nome funcionou e hoje é fácil achar um computador em qualquer casa que você visite.

Depois disso Jobs continuou com suas meditações e seus retiros, até se tornar um dos CEOs mais importantes do mundo em suas duas passagens pela Apple, e também o maior acionista individual da Disney, quando esta comprou os estúdios Pixar, que Jobs havia comprado individualmente em 1986. Pessoas mais próximas contam que ele passava todos os seus finais de semana em retiro, e ele creditava à essa prática a energia para continuar desenvolvendo produtos na Apple.

Um ciclo de benefícios

“Dinheiro não traz felicidade” é um dito popular muito conhecido. O que pouca gente fala é que felicidade traz dinheiro, ou melhor, traz sucesso. A razão disso é bem simples: se você está feliz e trabalha feliz, você vai trabalhar melhor, sem que precise trabalhar mais. Você vai estar mais apto a organizar melhor o uso do seu tempo no ambiente de trabalho, e isso vai ser notado. E em pouco tempo você vai estar subindo os degraus para atingir a posição que você tanto quer.

O que parece difícil é conseguir esse estado de felicidade inicial, fazer com que nossa satisfação com nosso trabalho ultrapasse o stress do trânsito, do transporte público e da negatividade que nos rodeia. Para isso, é preciso se retirar desse ambiente.

Quando você chega no Retiro, é um ambiente novo, sem nenhuma âncora de negatividade ou irritação. É um lugar que agora é só seu. Isso permite que as técnicas utilizadas façam efeito, te mudem e te inspirem, para que você possa seguir de forma ecológica à cadeira de diretor, por exemplo.

Essa felicidade muda a forma como você trabalha, o que te traz mais resultados. E esses resultados te dão mais satisfação, e acabam com a sua frustração, o que te deixa mais feliz. O ciclo de resultado e felicidade que se inicia no Retiro é constante, ou “permanente e progressivo” como diz Inês Marcel, criadora do Retiro Corpo, Mente e Espírito, quando ela explica que, se você se permitir, os efeitos vão sempre aumentar em sua vida.

Impacto direto

Não é só indiretamente que o Retiro vai ajudar a sua carreira profissional. No Retiro Corpo, Mente e Espírito, por exemplo, várias das técnicas utilizadas vão agir de modo direto no seu dia a dia, te dando ferramentas de liderança e aconselhamento que serão muito úteis no ambiente de trabalho.

Um dos objetivos desse Retiro é te ajudar a entender sua Missão. Saber qual é sua Missão e como cumpri-la profissionalmente é essencial para o sucesso e a satisfação profissional. Com meditações direcionadas, você pode descobrir sua missão e muito mais sobre você.

Uma técnica importante do Retiro é a dinâmica de coaching, onde você vai organizar os passos que você tem pela frente para chegar à posição profissional desejada. Outras técnicas despertam talentos que você nem lembrava que possuía e que serão chaves para o seu futuro. Outras ainda vão te ensinar a passar por cima dos obstáculos, que de cacos de vidro, se tornam grãos de areia macia.

Direta ou indiretamente, te fazendo feliz com o trabalho ou trabalhar feliz, um retiro terapêutico é um divisor de águas, tanto na sua vida pessoal quanto na profissional. Quem sabe não é o que falta para que você vire um profissional reconhecido internacionalmente?

 

Saiba mais sobre o Retiro Corpo, Mente e Espírito com Inês Marcel
Saiba mais sobre os benefícios do Retiro Espiritual
Saiba mais sobre a diferença entre Hipnose, PNL e Coaching

Comentários

Comentários