Blog

Imagem em desenho de um homem dormindo na mesa do trabalho

O que é postergar e como evitar esse mal?

Bem-estar | 15/05/2017 | Comentários

“Amanhã eu termino”. Quantas vezes você já pronunciou essa frase? Por mais simples (e até mesmo inocente) que pareça, ela esconde um sério problema: o ato de postergar.

E não se trata de um mal súbito, cujo impacto é sentido na sua rotina logo quando aparece. Pelo contrário: começa aos poucos e, quando você menos espera, a ansiedade e a culpa já tomaram conta de tudo, fazendo com que sua produtividade fique aquém do esperado.

Quer saber mais sobre o que é postergar e como evitar esse hábito? Continue a leitura!

Mas, afinal, o que é postergar?

O ato de protelar é um hábito que não é adquirido, mas sim construído e fomentado ao longo do seu cotidiano. Inicia-se com uma tarefa pequena ou, às vezes, com um simples afazer doméstico que você poderia fazer naquele exato momento, mas prefere deixar para depois.

Com o passar dos dias, ele se torna mais frequente. Você passa a amontoar diversas atividades, deixando obrigações pendentes, e o pior: não consegue mais administrar o seu próprio tempo.

Dessa forma, as preocupações aumentam, assim como o estresse a dificuldade em lidar com o “urgente”. Seu período livre, que deveria se destinar aos seus relacionamentos e à sua vida pessoal, passa a ser afetado pela necessidade de entregar um trabalho atrasado.

Além disso, você não consegue bater suas próprias metas, perde a autoconfiança, torna-se autocrítico em excesso e se sente cada vez menos motivado a concluir o que começou.

Como evitar esse hábito?

Agora que você já conhece os danos que o ato de postergar pode trazer para a vida das pessoas, que tal descobrir como evitá-lo? Trata-se de um exercício a ser feito constantemente no seu dia a dia.

Para lhe ajudar nessa missão, separamos 6 dicas práticas e extremamente úteis. Confira!

1. Estabeleça prioridades

A primeira dica não poderia ser outra que não fosse estabelecer prioridades. Afinal, muitas vezes você trata grande parte de suas tarefas como urgentes quando não é o caso e as executa antes daquelas que, de fato, o são.

Como resultado, inicia-se uma verdadeira bola de neve, que vai aumentando a cada dia com o acúmulo de trabalhos e a desorganização quanto ao que é (ou não) importante.

Portanto, tire um tempo, sente-se e avalie cuidadosamente quais são suas obrigações de curto prazo ou urgentes e aquelas com um período de entrega maior, que não demandam atenção agora.

Dessa forma, você pode priorizar o que é realmente essencial e evitar atrasos que comprometam a sua produtividade e minem o seu tempo livre.

2. Aprenda a dividir tarefas

Uma vez estabelecido o que é ou não prioritário para você, é hora da próxima dica: aprender a dividir as tarefas. Essa é uma etapa importante, pois está diretamente ligada à sua capacidade de organização.

Sem ela, fica difícil garantir o cumprimento dos prazos e o alcance de seus objetivos. Portanto, separe seus projetos e estabeleça um limite de tempo para cada um deles, seja em horas ou dias, para finalizá-los.

Isso é válido, principalmente, para aqueles que são mais complexos e extensos. Ter uma planilha ou uma agenda para o controle de suas atividades é essencial, pois assim você consegue acompanhar o seu avanço e sempre marcar onde parou o trabalho no momento anterior.

3. Utilize métodos para lhe auxiliar

Para facilitar a divisão de tarefas do tópico anterior, você pode contar com métodos auxiliares que lhe permitirão otimizar seu tempo, garantir o foco em seu dever e, de quebra, ter um tempo livre para relaxar ou fazer outras atividades menores.

Um exemplo é a técnica pomodoro. Ela funciona da seguinte maneira: você divide o tempo de trabalho em ciclos de 25 minutos. Ao fim de cada um, tire 5 minutos para se alongar, descansar ou se dedicar a outros afazeres. Quando terminar 4 ciclos, pare por 30 minutos.

Trata-se de um método simples e prático contra a procrastinação, pois diminui a ansiedade, permite um melhor gerenciamento do tempo e evita o cansaço mental.

4. Recorra à hipnose

Outra forma de dar fim à postergação é por meio da hipnose. Isso porque a técnica é muito utilizada por pessoas que almejam mudanças comportamentais e esperam se livrar de entraves emocionais.

Tais bloqueios podem se manifestar como inseguranças, estresse, fobias e ansiedade, limitando seu progresso e barrando seu potencial — tanto na vida pessoal quanto na profissional.

Além disso, o terapeuta que conduzirá o seu tratamento lhe ajudará a desenvolver foco e atingir seus objetivos de forma mais rápida, em meio a uma jornada que promoverá a autodescoberta e, principalmente, a autorreflexão em sua rotina.

5. Mude o ambiente

Você trabalha em um escritório e utiliza uma mesa com frequência? Então, que tal mudar o ambiente? Você pode até estranhar essa dica a princípio, mas acredite: ela tem um grande impacto sobre a procrastinação.

Isso porque, muitas vezes, estamos tão imersos em nossos trabalhos que não nos damos conta de que a área ao redor influencia o nosso comportamento.

Afinal de contas, espaços desorganizados e com itens fora de controle acabam lhe estimulando a postergar, dificultam a realização de suas funções e se tornam locais que inspiram preguiça, estresse e desconforto.

Portanto, repense seu local de trabalho e faça dele um aliado na execução de seus deveres diários.

6. Não foque na perfeição

Decidiu começar uma tarefa? Tenha em mente que você deve, sim, dar o seu melhor e realizá-la impecavelmente. Contudo, não confunda essas características com a perfeição.

Quando você se cobra para ser perfeito, as chances de se frustrar ao término de um trabalho são grandes, pois sempre haverá a sensação de que poderia ter feito melhor ou se dedicado mais.

Isso, inevitavelmente, estimulará o ato de postergar suas obrigações no dia a dia. Portanto, lembre-se: o importante é fazer seu trabalho ciente de que ali está o seu melhor e, para ser excelente, é preciso prática — e não cobrança.

Agora que você sabe o que é postergar e como esse mal pode afetar o âmbito profissional e pessoal, diminuindo sua qualidade de vida, siga nossas dicas, aplicando-as em sua rotina, e evite deixar para amanhã o que pode fazer hoje.

Que tal aproveitar o assunto para descobrir o que é hipnose e por que ela é importante?

Comentários

Comentários